sexta-feira, dezembro 08, 2006

passo a passo o caminho da servidão vai sendo trilhado

Infelizmente a maior parte das pessoas nem vai perceber o que está em causa, mas vai valendo que ainda há Directores como o do PÚBLICO (meus sublinhados a bold):
"José Manuel Fernandes garante que "não acatará a recomendação da ERC de que deve deixar de publicar – ou seja, que deve passar a censurar – textos que possa vir a considerar inconvenientes". "O director do PÚBLICO não censura textos, muito menos de opinião, mesmo que discorde deles da primeira à última linha", insiste. Sustentando que a autoridade "não tem competência para analisar questões éticas ou deontológicas", José Manuel Fernandes sublinha que a deliberação hoje conhecida "reforça a ideia de que a ERC está a exorbitar nas suas competências". "Caso estas sejam alargadas com a aprovação das leis em discussão sobre a concentração dos media e o novo regime de actuação das televisões, podemos estarmos perante o mais grave cenário de ataque à liberdade de imprensa em Portugal desde a consolidação da nossa democracia", alerta".

4 comentários:

AA disse...

muito bem.

Anónimo disse...

E aqui fica o link para a versão simplificada em banda desenhado do The Road to Serfdom, the Friedrich Hayek:
http://www.mises.org/TRTS.htm

Anónimo disse...

Clara Ferreira Alves dava uma boa "planeadora" para dar seguimento ao caminho para a servidão, não achas?

http://mindwakeup.blogspot.com/2006/12/o-eixo-do-mal.html

ricardo disse...

caro jorge a.

Obrigado pela informação sobre a versão simplificada em banda desenhado do The Road to Serfdom, the Friedrich Hayek, que mais tarde "linkarei" aqui.

quanto à CFA, dar dava, mas ninguém lhe liga grande coisa...o problema são os outros, que têm o poder para que lhes liguemos e pensam igual ou pior...

istos não está fácil!